Covid-19 e desinformação: ações de fact checking e educação midiática

Covid-19 and misinformation: actions of fact-checking and media education

Autores

Palavras-chave:

Desinformação, Fact-checking, Covid 19

Resumo

O trabalho aborda a checagem de informação em veículos de comunicação e agências de fact-checking brasileiros, nos quatro primeiros meses da pandemia Covid-19 Delineou-se o panorama geral da desinformação/fake news sobre a pandemia no Brasil, com análises quantitativa e qualitativa de postagens do Projeto Corona Verificado (Lupa, Aos Fatos e Estadão Verifica), Fato ou Fake (G1-Globo) e UOL Confere, além da observação de mecanismos de educação midiática. Os resultados mostram prioridade na busca da veracidade das informações, com menos ênfase às ações educativas contra a desinformação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marli dos Santos, Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero

Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade São Paulo, (2004). Estágio pós-doutoral pela Universidade Federal de Goiás, UFG. É docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Líder do Grupo de Pesquisa Jornalismo contemporâneo: práticas para emancipação social. Coordenadora  geral do Prêmio Adelmo Genro Filho em 2019 e 2020, da SBPJor. Coordenadora do GT Estudios sobre periodismo da ALAIC e Coordenadora do GT Gêneros Jornalísticos, da INTERCOM.

Mônica Pegurer Caprino, Pesquisadora independente, membro da Associaçõ Brasileira de Pesquisadores em Educomunicação - Abpeducom

Doutora em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo, graduada em Jornalismo e em Letras pela Universidade de São Paulo. Máster em Comunicação e Educação pela Universidad Autónoma de Barcelona, onde realizou estágio pós-doutoral como integrante de equipe de pesquisas de media literacy em âmbito europeu. Realizou pós-doutorado junto à UMESP, com bolsa PNPD/CAPES. Pesquisadora independente, membro da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação.

Referências

AOS FATOS. Nosso método. Disponível em: https://www.aosfatos.org/nosso-m%C3%A9todo/. Acesso em: 20 ago 2020.

AUFDERHEIDE, P. (Ed.). Media literacy: A report of the national leadership conference on media literacy. Aspen, CO: Aspen Institute, 1992.

BRENNEN, Scott; SIMON, Felix M. ; HOWARD, Philip N.; NIELSEN, Rasmus Kleis. Types, sources, and claims of Covid-19 misinformation. Reuters Institute, v. 7, 2020. Disponível em: http://www.primaonline.it/wp-content/uploads/2020/04/COVID-19_reuters.pdf. Acesso em: 10 jul. 2020.

CARDOSO, G., et al. As fake news numa sociedade pós-verdade: Contextualização, potenciais soluções e análise. Lisboa: OberCom, 2018. http://doi.org/10.13140/RG.2.2.34603.75044

ERC—Entidade Reguladora para a Comunicação Social. A desinformação - contexto europeu e nacional. Portugal, 2019.

ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA. Pesquisa revela dados sobre 'fake news' relacionadas ao novo coronavírus. INFORME ENSP. Rio de Janeiro, 13 abril 2020. Disponível em: http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/48662. Acesso em: 15 ago. 2020.

EUROPEAN COMMISSION. A multi-dimensional approach to disinformation: Final report of the High Level Expert Group on Fake News and Online Disin-formation. Luxembourg: European Union, 2018. Disponível em: https://goo.gl/bk9NYg. Acesso em: 24 ago 2019.

FARANI, Camila. O consumo não parou, apenas mudou de cara. Gazeta do Povo, Curitiba, 28 jun. 2020, Disponível em https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/camila-farani/consumo-nao-parou-apenas-mudou/. Acesso em: 28 jul. 2020.

FATO OU FAKE. G1. Disponível em: https://g1.globo.com/fato-ou-fake/. Acesso em: 20 ago 2020.

FERNÁNDEZ-GARCÍA, Nuria. Fake news: una oportunidad para la alfabetización mediática. Nueva sociedad, n. 269, 2017.

IRETON, Cherilyn; POSETTI, Julie (Org). Jornalismo, Fake News & Desinformação – Manual para Educação e Treinamento em Jornalismo. UNESCO Publishing, 2019. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000368647. Acesso em: 18 jul. 2020.

KEMP, Simon. Digital in 2020. Global Digital yearbook. We are social/Hotsuite, 2020. Disponível em: https://wearesocial.com/digital-2020. Acesso em: 28 jul. 2020.

LEITE, Hellen. Pandemia de fake news: Estudo lista principais boatos sobre Covid-19. Correio Braziliense, Brasília, 5 mai. 2020. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/mundo/2020/05/05/interna_mundo,851477/pandemia-de-fake-news-estudo-lista-principais-boatos-sobre-covid-19.shtml. Acesso em: 25 jul. 2020.

LESSENSKI, Marin. Just think about it. Findings of the Media Literacy Index 2019. Open Society Institute, 2019. Disponível em: https://osis.bg/wp-content/uploads/2019/11/MediaLiteracyIndex2019_-ENG.pdf. Acesso em: 15 ago. 2020.

LOTERO-ECHEVERRI, G.; ROMERO-RODRÍGUEZ, L. M.; PÉREZ-RODRÍGUEZ, M. A. Fact-checking vs. Fake news: Periodismo de confirmación como recurso de la competencia mediática contra la desinformación. index.comunicación, v.8, n. 2, p.295-316, 2018.

LUPA. Como a Lupa faz as checagens? Disponível em: https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2015/10/15/como-fazemos-nossas-checagens/. Acesso em 20 ago 2020.

LUPA. O que é e quando surgiu o LupaEducação? Disponível em: https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2020/08/05/lupa-educacao/. Acesso em 20 ago 2020b.

MACIEL, Rui. Brasileiros são os que mais acreditam em fake news no mundo, diz pesquisa. Canaltech, 27 nov. 2019. Disponível em: https://canaltech.com.br/internet/brasileiros-sao-os-que-mais-acreditam-em-fake-news-no-mundo-diz-pesquisa-156387/. Acesso em: 25 jul. 2020.

MUDANÇAS de comportamento e na forma de consumir mídia durante a quarentena indicam novas tendências. Kantar Ibope Media. 10 jul. 2020. Disponível em: https://www.kantaribopemedia.com/mudancas-de-comportamento-e-na-forma-de-consumir-midia-durante-a-quarentena-indicam-novas-tendencias/. Acesso em: 28 jul. 2020.

NEWMAN, Nic et. al. Digital news report 2020. Reuters Institute/University of Oxford, 2020. Disponível em: http://www.digitalnewsreport.org/. Acesso em: 10 ago. 2020.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DE SAÚDE. Entenda a infodemia e a desinformação na luta contra a Covid-19. Página informativa 5. OPAS, 2020. Disponível em: https://iris.paho.org/handle/10665.2/52054. Acesso em: 28 jul. 2020.

ROCK CONTENT. Social Media Trends 2019: Panorama das empresas e dos usuários nas redes sociais. Inteligência Corporativa Rock Content, 2019. Disponível em: https://inteligencia.rockcontent.com/social-media-trends-2019-panorama-das-empresas-e-dos-usuarios-nas-redes-sociais/.Acesso em: 25 jul. 2020.

UOL CONFERE. Uol. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/confere/. Acesso em: 20 ago 2020.

WARDLE, C. Noticias falsas. Es complicado. First Draft. 14 mar. 2017. Disponível em: https://es.firstdraftnews.org/2017/03/14/noticias-falsas-es-complicado/ . Acesso em: 15 jul. 2018.

WARDLE, Claire; DERAKHSHAN, Hossein. Information disorder: Toward an interdisciplinary framework for research and policy making. Council of Europe Report, 2017. Disponível em: https://rm.coe.int/information-disorder-toward-an-interdisciplinary-framework-for-researc/168076277c. Acesso em: 20 jul. 2020.

Downloads

Publicado

03-11-2020

Edição

Seção

Dossiê Comunicação & Inovação em Tempos de Pandemia