Perfil epidemiológico de intoxicação exógena por medicamentos em Brasília

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13037/ras.vol19n67.7335

Palavras-chave:

Vigilância Epidemiológica, Medicamentos, Toxicologia, Intoxicação, Projetos

Resumo

extremamente relevantes, uma vez que apresentam elevada frequência e morbidade na população geral do país. Objetivo: Descrever medidas de intervenção eficazes para redução de casos e óbitos por intoxicações exógenas por medicamentos baseadas no perfil epidemiológico dessas intoxicações na cidade de Brasília-DF. Método: estudo epidemiológico, descritivo, em que foram analisados dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação, referentes à cidade de Brasília-DF compreendendo os casos notificados de intoxicação exógena por medicamentos no período entre os anos de 2011 a 2017. Para subsidiar a discussão e a proposta de intervenção, foi realizada uma revisão integrativa da literatura nas plataformas Scielo e LILACS. Resultados: 22 publicações foram selecionadas após aplicação dos critérios de análise e serviram como base para a proposta de intervenção do presente artigo. Conclusão: Nota-se a importância de estratégias como a promoção de qualidade de vida, educação, proteção, recuperação para a prevenção do suicídio e implantação de embalagens de medicamentos de proteção à criança dentre outras estratégias de intervenções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Matos de Lima, Universidade Federal de Uberlândia

 

 

Referências

Magalhães APNd, Alves VdM, Comassetto I, Lima PC, Faro ACMe, Nardi AE. Atendimento a tentativas de suicídio por serviço de atenção pré-hospitalar. J bras psiquiatr. 2014;63(1):16-22.

Fundação Oswaldo Cruz/Centro de Informação Científica e Tecnológica/Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas. Casos, Óbitos e Letalidade de Intoxicação Humana por Agente e por Região. Brasil, 2017. Rio de Janeiro: MS/FIOCRUZ/SINITOX; 2020.

Klinger EI, Schmidt DC, Lemos DB, Pasa L, Possuelo LG, Valim ARM. Intoxicação exógena por medicamentos na população jovem do Rio Grande do Sul. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção. 2016;6 (suplemento): 42-52.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Sinan: normas e rotinas. 2 ed. Brasília: Editora do Ministério da Saúde; 2007.

Mota DM, Melo JRR, Freitas DRCd, Machado M. Perfil da mortalidade por intoxicação com medicamentos no Brasil, 1996-2005: retrato de uma década. Ciênc saúde coletiva. 2012;17(1):61-70.

Ministério da Saúde. Indicadores e Dados básicos – IDB/SUS. Brasília; 2012 [15 jun. 2019]. Available from: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/idb2012/matriz.htm#demog.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O Brasil em síntese. Brasília; 2017 [15 jun. 2019]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/df/brasilia/panorama.

Amorim MLP, Mello MJGd, Siqueira MTd. Poisoning in children and adolescents notified at a toxicology center in the Northeast of Brazil. Rev Bras Saude Mater Infant. 2017;17(4):765-72.

Brasil. Portal Agência Nacional de Vigilância Sanitária [online]. Disque-intoxicação: 2020. [17 jun. 2019]. Available from: http://portal.anvisa.gov.br/disqueintoxicacao.

Teles AdS, Oliveira RFdA, Coelho TCB, Ribeiro GV, Mendes WML, Santos PNP. Papel dos medicamentos nas intoxicações causadas por agentes químicos em município da Bahia, no período de 2007 a 2010. Rev ciênc farm básica apl. 2013;34(2).

Vieira LP, Santana VTPd, Suchara EA. Caracterização de tentativas de suicídios por substâncias exógenas. Cad saúde colet. 2015;23(2):118-23.

Domingos SM, Borghesan NBA, Merino MdFGL, Higarashi IH. Internações por intoxicação de crianças de zero a 14 anos em hospital de ensino no Sul do Brasil, 2006-2011. Epidemiologia e Serviços de Saúde. 2016;25(2):343-50.

Antunes F, Félix de Oliveira ML. Characteristics of patients hospitalized at an intensive care unit due to drug abuse. Investigación y Educación en Enfermería. 2013;31(2):201-9.

Carvalho ILdN, Lôbo APA, Aguiar CAdA, Campos AR. Suicidally motivated intoxication by psychoactive drugs: characterization among the elderly. Rev bras geriatr gerontol. 2017;20(1):129-37.

Moreira DL, Cavalcante Martins M, do Amaral Gubert F, Pereira de Sousa FS. Perfil de pacientes atendidos por tentativa de suicídio em um centro de assistência toxicológica. Cienc enferm. 2015;21(2):63-75.

Oliveira JdFMd. Internações hospitalares e mortalidade por intoxicação medicamentosa em São Paulo. 2017. p. 128-.

Carvalho IV. Incidência e caracterização de eventos adversos aos medicamentos (EAM) na unidade de emergência referenciada pediátrica do Hospital de Clínicas da UNICAMP. 2013. p. 95-.

Oliveira FFS, Suchara EA. Epidemiological profile of exogenous poisoning in children and adolescents from a municipality in the state of Mato Grosso. Rev paul pediatr. 2014;32(4):299-305.

Oliveira JdFMd, Wagner GA, Romano-Lieber NS, Antunes JLF. Tendência da mortalidade por intoxicação medicamentosa entre gêneros e faixas etárias no Estado de São Paulo, Brasil, 1996-2012. Ciência & Saúde Coletiva. 2017;22(10):3381-91.

Takahama CH, Turini CA, Girotto E. Perfil das exposições a medicamentos por mulheres em idade reprodutiva atendidas por um Centro de Informações Toxicológicas. Ciência & Saúde Coletiva. 2014;19(4):1191-9.

Maior MdCLS. Internações hospitalares de crianças menores de cinco anos por intoxicações medicamentosas no Brasil. 2015. p. 168-.

Tavares ÉO, Buriola AA, Santos JAT, Ballani TdSL, Oliveira MLFd. Fatores associados à intoxicação infantil. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2013;17(1):31-7.

Sales CCF, Suguyama P, Guedes MRJ, Borghesan NBA, Higarashi IH, Oliveira MLFd. Intoxicação na primeira infância: socorros domiciliares realizados por adultos. Rev baiana enferm. 2017;31(4):e23766-e.

Paula TCd, Bochner R, Montilla DER. Análise clínica e epidemiológica das internações hospitalares de idosos decorrentes de intoxicações e efeitos adversos de medicamentos, Brasil, de 2004 a 2008. Rev bras epidemiol. 2012;15(4):828-44.

Toscano MM, Landim JTA, Rocha AB, Sousa-Muñoz RLd. Intoxicações exógenas agudas registradas em Centro de Assistência Toxicológica. Saude e pesqui (Impr). 2016;9(3):425-32.

Santos SA, Legay LF, Lovisi GM, Santos JFdC, Lima LA. Suicídios e tentativas de suicídios por intoxicação exógena no Rio de Janeiro: análise dos dados dos sistemas oficiais de informação em saúde, 2006-2008*. Rev bras epidemiol. 2013;16(2):376-87.

Mendes LA, Pereira BB. Intoxicações por medicamentos no Brasil registradas pelo SINITOX entre 2007 e 2011. J Health Biol Sci (Online). 2017;5(2):165-70.

Santos SA, Legay LF, Lovisi GM. Substâncias tóxicas e tentativas e suicídios: considerações sobre acesso e medidas restritivas. Cad saúde colet. 2013;21(1):53-61.

Publicado

19-04-2021

Edição

Seção

ARTIGOS ORIGINAIS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)